ANS divulga desempenho das operadoras de saúde suplementar no Brasil

Segundo o IDSS (Índice de Desempenho da Saúde Suplementar) referente ao ano-base de 2018, as operadoras de saúde atingiram satisfação de 0,7691 em uma escala que vai do 0 a 1. A ANS (Agência Nacional de Saúde) explica que o indicador é muito importante para o apontamento do Programa de Qualificação das Operadoras, e fornece uma base de comparação entre os planos de saúde e as empresas do setor. O índice também estimula a divulgação de informações, ajuda na transparência e estimula a concorrência saudável entre as empresas do ramo. As notícias sobre a divulgação do IDSS foram publicadas no dia 24 de março de 2020.

De acordo com a agência reguladora, os dados divulgados pela IDSS são apurados a partir de cálculos considerando a média ponderada do índice de desempenho das empresas do setor. Em 2018, 1.001 empresas foram avaliadas, entre elas, a maioria atendeu aos requisitos que levaram a divulgação dos resultados. Ao todo, 869 empresas estão enquadradas dentro dos parâmetros de exigência da ANS. A agência também divulgou alguns relatórios consolidados, que consideram o histórico dos resultados do índice desde 2008.

Os resultados também apontaram que houve uma grande satisfação dos beneficiários da maioria dos planos de saúde avaliados. Ainda referente a 2018, cerca de 82% dos beneficiários onde a pesquisa foi realizada responderam como bom ou muito bom o serviço prestado pelo plano de saúde contratado. 78% dos entrevistados recomendariam o plano de saúde para pessoas de seu convívio, sendo amigos ou familiares.

Os especialistas enxergam a pesquisa como uma forma de estimular as empresas que estão cumprindo com o seu papel. O desempenho das operadoras são destacados por meio de pontuação extra. Todas as empresas analisadas são obrigadas a cumprir as diretrizes das determinações técnicas lançadas pela ANS, como a padronização, metodologia, validade representativa e estatística.

Em comparação com 2017, quase o dobro de operadoras aderiram aos parâmetros instituídos pela agência. Cerca de 166 operadoras fizeram a pesquisa de forma voluntária com seus beneficiários no ano passado. Essas empresas já estavam aptas a receberem a pontuação bônus referente ao ano-base 2018, responsáveis pela pesquisa realizada com 30,2 milhões de usuários em todo o país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *