Disney fecha as portas de seus parques devido a pandemia de coronavírus

Em função do atual estágio de pandemia global de coronavírus, a Disney optou por fechar todos os seus parques temáticos, incluindo os complexos localizados nos Estados Unidos. O primeiro a anunciar que pausaria suas atividades foi o Disneyland, da Califórnia, que a princípio permanecerá fechado até o final de março.

Segundo um comunicado encaminhado para a agência de notícias AFP, a empresa destacou que, apesar de não haver nenhum caso de Covid-19 dentro do complexo do Disneyland Resort, essa decisão está de acordo com as diretrizes sugeridas pelo governador da Califórnia, que aconselhou a suspensão imediata de todo e qualquer evento no estado que reúna mais de 250 pessoas.

Dias depois, o Disney World, em Orlando, também declarou que irá deixar de funcionar durante o restante do mês de abril. A princípio, os hotéis do complexo na região continuarão abertos, assim como o centro de compras Disney Springs.

Em resposta ao jornal The New York Times, a companhia destacou que irá continuar pagando os salários dos colaboradores dos parques ao longo dessa paralisação. Em Orlando, a Disney conta atualmente com cerca de 75 mil funcionários, enquanto na Disneyland da Califórnia, são cerca de 30 mil pessoas trabalhando para a empresa.

Com o fechamento dos parques, a Disney estima que terá um prejuízo de milhões de dólares. Em 2018, os parques temáticos da empresa receberam mais de 150 milhões de visitantes, de acordo com informações da Themed Entertainment Association (TEA). Nesse mesmo ano, os parques ainda se tornaram responsáveis por faturar praticamente metade dos US$ 60 bilhões levantados pela companhia.

Semanas antes de pausar as operações de seus parques nos Estados Unidos, a Disney já havia tomado a mesma decisão em relação aos parques situados na Ásia.

A princípio, estes também permanecerão fechados até o final do mês de março, podendo se estender por mais tempo. A cada ano, cerca de 50 milhões de visitantes passam pelos complexos da Disney na China e no Japão, e com o fechamento por tempo indeterminado desses locais, a empresa também deverá acumular grandes perdas.

Paralelamente, os cruzeiros da Disney também foram cancelados e não possuem data para voltar a acontecer pelas próximas semanas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *