Pela primeira vez um avião supersônico conseguiu subir até o espaço

O avião espacial supersônico da Virgin Galactic subiu na parte superior da atmosfera da Terra recentemente para um voo de teste. Segundo notícias, isso indica que a empresa não está longe de enviar turistas para o espaço.

O avião movido a foguete, VSS Unity, foi pilotado por dois veteranos a uma altitude máxima de 51,4 milhas, superando a marca de 50 milhas que o governo dos EUA reconhece como a borda do espaço.

“Chegamos ao espaço”, disse Enrico Palermo, presidente da The Spaceship Company, parceira de fabricação da Virgin Galactic, em uma multidão de torcedores reunidos na Califórnia.

Foi o quarto voo de teste com potência para o VSS Unity e o mais próximo de imitar a trajetória de voo que, um dia, é esperado em missões comerciais. Seu sucesso significa que a empresa pode estar a apenas alguns meses de conquistar sua primeira carga de turistas, um objetivo que a Virgin Galactic tem trabalhado desde que foi fundada em 2004.

O avião decolou anexado à sua nave mãe, WhiteKnightTwo. Então, a cerca de 43 mil pés de altura, os pilotos do VSS Unity comandaram a liberação do avião. Depois de alguns segundos de navegação, o foguete do VSS Unity disparou. Ele queimou por um total de 60 segundos e levou o veículo diretamente para cima a quase três vezes a velocidade do som.

A altitude de pico do VSS Unity, de 51,4 milhas, é similar ao que a Virgin Galactic planejou para voos comerciais. É alto o suficiente para alcançar a reconhecida definição de espaço do governo dos EUA, mas não a “linha Karman” de 62 milhas que é reconhecida internacionalmente como o limite.

Os dois pilotos que estavam a bordo do avião receberão na quinta-feira “asas” de astronautas comerciais da Administração Federal de Aviação dos EUA, que supervisiona as viagens espaciais comerciais. Será o primeiro par de asas concedido ao piloto do VSS Unity no comando.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *