Estudo sinaliza que acampar pode regular a rotina de sono

Segundo um estudo publicado recentemente por pesquisadores da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, a prática de acampar e dormir ao ar livre é capaz de auxiliar o organismo humano a regularizar o relógio biológico e ter um sono mais constante e correto.

Entre os tópicos abordados na pesquisa, foi determinado que a exposição do corpo à luz natural auxilia no processo de sincronização ao ritmo circadiano. Atualmente, sabe-se que as pessoas que permanecem expostas à luz artificial por muito tempo acabam desenvolvendo a tendência de dormir tarde e a manter ciclos de sono frágeis.

Para estudar melhor essa teoria, o pesquisador Kenneth Wright acompanhou um grupo de oito pessoas que foram acampar na região das Rocky Mountains por cerca de 15 dias. Nesse período, esse grupo permaneceu quatro vezes mais exposto à luz solar do que as pessoas que possuem uma rotina urbana, que inclui trabalho e estudo dentro de ambientes com iluminação artificial.

Após uma semana dormindo nas barracas a céu aberto e bastante expostos à luz natural e também à luz de fogueiras, o grupo de pessoas acampando ajustou plenamente o seu relógio biológico ao relógio do meio ambiente. Dessa forma, eles começaram a acordar bem mais cedo e a dormir cedo, além de apresentar um quadro de sono mais profundo.

As mudanças percebidas não foram apenas no comportamento do sono, mas também nos níveis de melatonina, que é o hormônio produzido pelo corpo humano durante a noite e que está diretamente ligado a uma rotina de sono regular. Kenneth Wright percebeu que o organismo das pessoas que estavam passando mais tempo em contato com a natureza começava a produzir melatonina até duas horas antes daqueles que vivem no meio urbano.

A conclusão do estudo para os pesquisadores é de que, com a expansão do abastecimento de energia elétrica ao longo do século XX, as pessoas foram perdendo o hábito de pegar sol e começaram a passar cada vez mais tempo dentro de ambientes fechados. Contudo, com a adoção de pequenas mudanças, como uma permanência maior sob a luz do sol da manhã, não cansar os olhos lendo livros e notícias tarde da noite e se afastar da luz artificial próximo ao horário de dormir, já é possível manter uma rotina de sono muito mais regulada e saudável.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *