Software criado por pesquisador é capaz de reduzir até 40% da conta de luz

Uma nova pesquisa feita pela FEECFaculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Unicamp, localizada em Campinas – SP, permitiu o desenvolvimento de um software capaz de mapear e registrar todo o consumo de energia elétrica de cada aparelho em uma empresa, o que possibilita uma economia de até 40% no consumo de energia elétrica. A pesquisa tão eficiente que até uma distribuidora de energia elétrica da região se interessou no software e pretende implantá-lo nos próximos meses.

Desenvolvido exclusivamente para o setor comercial, o software pode atender hospitais e hotéis. Contudo, o pesquisador responsável por desenvolver o software assegura que o dispositivo poderá também atender as indústrias.

O pesquisador Hader Aguiar Dias Azzini, desenvolvedor do dispositivo, explicou que o software funciona quando é instalado em um quadro geral de força. Após a instalação, o software começa a fazer diversas leituras e envia dados automaticamente pela internet para que eles sejam analisados pelo programa. Assim que o programa executa a análise, o consumo é dividido em equipamentos, onde cada um deles passa por uma análise individual.

Esse levantamento realizado pelo dispositivo informa o proprietário da empresa quando determinado aparelho é ligado e o tempo total de uso em um dia, além de outros dados que possam auxiliar o empresário em mudanças que reduzam o consumo de energia elétrica.

“Eu boto um medidor lá na empresa e reconheço qual equipamento está funcionando dentro da empresa sem ter que entrar lá. Isso é feito só com o reconhecimento de padrões. Eu consigo dizer quanto cada equipamento consome”, revelou Azzini.

O pesquisador ainda afirma que os relatórios elaborados pelo software permitem que o proprietário da empresa conheça quais são os aparelhos que mais consomem energia elétrica e ainda se há alguma falha que comprometa o gasto mensal.

Dentre alguns dados que já foram coletados pelo dispositivo, Azzini alerta: “O ar condicionado é responsável por 40% do consumo”.

“Através desse software, nós conseguimos realizar a eficiência energética e ainda determinar qual aparelho eletrônico está gastando mais energia”, explicou Azzini.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *